Compartilhar share

Reunião do colegiado relata desafios da educação neste início de ano

Publicado em 08/03/2022 às 14:42 - Atualizado em 08/03/2022 às 14:42

Nesta quarta-feira, 03, os membros do colegiado de educação da Amplanorte se reuniram no auditório da associação, em Mafra, para discutir a educação na região.

Os participantes trocaram experiências sobre esse início de ano em seus respectivos municípios, muitos relataram desafios como, a recuperação de aprendizagem, procedimento adotados com os servidores municipais com relação ao Covid-19, intentando junto a política de saúde, testagem de forma ágil para os  casos suspeitos na educação.

“O colegiado nos fortalece enquanto gestores e a troca de experiências com os colegas que vivenciam situações parecidas, nos auxiliam nas tomadas de decisões mais assertivas", explicou a vice-coordenadora do colegiado, Marilda Rodecz.

Sobre o PlanCon Edu, plano de contingência que trata das medidas de segurança para o retorno às aulas, os municípios têm adotado o máximo  de rigidez permitido pelas portarias e se organizaram para o recebimento dos alunos, agora com a liberação da utilização de máscaras até 12 anos, os educadores estão aguardando uma sinalização mais clara da saúde regional e dos prefeitos sobre essa questão.

Foi abordado o assunto que faz menção  ao Piso Nacional da Educação e sua aplicação nos municípios, os quais ainda, em sua maioria, não conseguiram reajustar com a porcentagem anunciada, pois,  estão sendo realizados  estudos de viabilidade econômica para verificar a possibilidade do reajuste, uma vez que este impacta diretamente a saúde financeira dos municípios e sobrecarrega a folha e o limite prudencial.

Também foi discutido sobre o cadastramento dos municípios no Sistema Eletrônico de Gestão do Transporte Escolar (SETE).  O software foi desenvolvido pelo CECATE UFG e é voltado a auxiliar na gestão do transporte escolar dos municípios brasileiros considerados suas singularidades.

O sistema foi projetado com intuito de não depender de nenhum software proprietário, desta forma é possível utilizá-lo sem ter de licenciar programas dependentes. O SETE unifica diversos aspectos realizados isoladamente por outros sistemas, como a gestão de frota, a gestão de estudantes e a roteirização.  Dado a novidade do programa, houve algumas dificuldades de acesso e transmissão de dados do censo escolar, porém os municípios avançaram no preenchimento do sistema. 

Foi abordado a questão do inicio dos trabalhos para a elaboração e implantação da política pública para a Educação Especial, referente à Lei 14.254/2021, onde foi aprovado o ofício que será encaminhado ao Ministério da Educação. O grupo de trabalho teve o aval dos secretários de educação da região para iniciar a estruturação da política pública.

A Amplanorte seguirá trabalhando para defender e atender os interesses e demandas dos municípios da região. Para saber mais sobre os eventos e ações que acontecem na associação dos municípios do planalto norte, continue acompanhando nossas mídias.