Compartilhar share

Agricultura discute produção leiteira, selo arte e elege nova diretoria do colegiado

Publicado em 14/03/2022 às 15:45 - Atualizado em 15/03/2022 às 13:58

A Amplanorte realizou na manhã desta segunda-feira, 14, um encontro com os membros do colegiado de agricultura que compõem a entidade. O encontro visou discutir as últimas ações do colegiado.

A reunião se iniciou com a apresentação do engenheiro-agrônomo da Epagri, Waldemiro Sudoski, que contou para os participantes sobre o evento “Encontro de famílias: dia de campo”, que aconteceu na leiteira Sudoski, em Três Barras, e teve como foco principal o sistema produtivo com base forrageira.

“Houve a participação de mais de 300 pessoas, entre produtores, familiares e lideranças políticas, onde foi mostrado o sistema de produção realizado pela Epagri e Cooperleite e a importância do cooperativismo para a cadeia produtiva”, explicou Waldemiro.

Para ele, a iniciativa buscou levar conhecimento em algumas áreas específicas para, inclusive, os produtores aprimorarem as técnicas de manejo nas propriedades.

“O evento transcorreu de forma tranquila, é muito importante a interação entre pesquisadores, técnicos e famílias produtoras de leite, a avaliação do público também foi muito positiva, nossa ideia é realizar mais desses eventos para disseminar essas ideias e novas tecnologias”, completou o engenheiro-agrônomo.

Durante o encontro também foi tratado da adequação da legislação do serviço de inspeção municipal (SIM), adesão do SISB e implantação do Selo Arte nos municípios da região.

O Selo Arte foi criado visando diminuir os processos burocráticos na regularização dos empreendimentos da agricultura familiar e de produtores artesanais, permitindo a comercialização desses produtos para todo o território nacional.

"Estamos trabalhando em toda região da Amplanorte, em torno de 50 agroindústrias ou propriedades que realizam beneficiamento, seja animal ou vegetal, onde estaremos entrando em contato com os secretários dos municípios para darmos início a esse trabalho”, explicou o gestor de projetos do Sebrae, Celso Orlando Pirmann.

A primeira etapa é um diagnóstico, onde será avaliado cada município individualmente, depois realizada a revisão com secretários e equipe técnica dos municípios, criando uma legislação compatível com as particularidades dos municípios na implantação do selo arte.

“Estaremos trabalhando uma identidade regional, com o selo arte se cria um dinamismo nas ações, dessa forma podemos ir fomentando os produtos regionais”, completou Celso.

O colegiado também definiu a diretoria para exercício do ano de 2022, que ficou composta da seguinte forma:

 

Célio Galeski (Canoinhas) — Coordenador

Mario Correia (Papanduva) — Vice Coordenador

Ernani Wogeinaki (Três Barras) —  Primeiro secretário 

Alceu Jung (Porto União) — Segundo secretário

 A Amplanorte seguirá trabalhando para defender e atender os interesses e demandas dos municípios da região. Para saber mais sobre os eventos e ações que acontecem na associação dos municípios do planalto norte, continue acompanhando nossas mídias.

 

 




Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar