Compartilhar share

Prefeitos elegem diretoria da Amplanorte para 2022 e discutem assuntos importantes da região em última assembleia do ano

Publicado em 29/11/2021 às 13:30 - Atualizado em 29/11/2021 às 13:30

Nesta quinta-feira, 25,  os prefeitos que compõem os municípios da Associação dos Municípios do Planalto Norte - Amplanorte estiveram reunidos no auditório da associação, em Mafra, para discutir as demandas da região.

O encontro se iniciou com a apresentação dos representantes da consultoria do SEBRAE, sobre a implementação ou adequação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) e a elaboração da certificação do selo arte.

Sobre o selo

O Selo Arte foi criado para identificar e viabilizar a comercialização nacional de alimentos artesanais de origem animal, que vem surgindo cada vez mais. Atualmente, 123 estabelecimentos em todo o país já obtiveram o selo, sendo estampados em 160 tipos de produtos artesanais. Entre eles estão queijo de cabra, iogurte natural, leite de vaca, ricota, calabresa, manteiga e demais variedades.

A lei veio de uma demanda já antiga dos municípios, visando diminuir os processos burocráticos na regularização dos empreendimentos da agricultura familiar e de produtores artesanais, permitindo a comercialização desses produtos para todo o território nacional.

Antes desta lei, a regularização de todos os produtos alimentícios de origem animal tinha a sua circulação restrita ao sistema de inspeção ao qual era submetido. Por exemplo: O produto registrado no sistema de inspeção municipal (SIM) poderia ser comercializado apenas naquele município.

Sem a lei, a regularização de todos os alimentos de origem animal restringe sua circulação ao sistema de fiscalização por eles apresentado. Por exemplo: Os produtos cadastrados no SIM só podem ser comercializados naquele município.

“O selo é uma importante validação para os produtos oriundos de pequenas propriedades, é um caminho fértil para percorrermos com esta política de agregação de valor, ampliação de mercado e disponibilização de produtos de qualidade e diferenciados à toda a população”, explicou o atual presidente da associação, Luiz Henrique Saliba.

 

Conexão Educacional

Também foi debatida a ideia da realização do programa “Conexão Educacional" nos municípios para o ano de 2022, que com workshops, lives, eventos e cursos, tem por objetivo:  contribuir para o fortalecimento da formação continuada em serviço de profissionais das áreas da educação.

Em 2020 o Programa começou a atuar mais intensamente em formatos diferenciados: remoto e híbrido, com as seguintes premissas: diagnóstico das necessidades do contexto local, oferecimento de consultorias e assessoramento na elaboração, execução, coordenação e avaliação de programas e projetos. Neste mesmo ano foram executadas 1534 horas de ações educacionais, capacitando 15.529 alunos em 64 municípios.

Caso realizado o programa contará no próximo ano com seguintes etapas:

Etapa 1 – ANÁLISE COLABORATIVA 

Etapa 2 – PLANEJAMENTO SIGNIFICATIVO

Etapa 3 – APLICAÇÃO INTERMEDIADA

Etapa 4 – RETROALIMENTAÇÃO

 

BIM nos municípios

Durante a reunião, aconteceu a apresentação da assistente em projetos de engenharia da associação, Cristiane Bredt, que explicou sobre o Decreto 10.306/2020, de 02 de abril de 2020, estabelece a utilização do BIM na execução direta ou indireta de obras e serviços de engenharia, realizados pelos órgãos e pelas entidades da administração pública federal. 

BIM (Building Information Modeling ) é o conjunto de tecnologias e processos integrados que permite a criação, utilização e atualização de modelos digitais 3D de uma construção. 

“As áreas de engenharia e arquitetura vêm passando por um processo de transição no que diz respeito ao desenvolvimento de projetos. Com a metodologia BIM, o projeto passa a ser mais assertivo, rápido e otimizado, inclusive na aplicação dos recursos”,  disse Cristiane Bredt.

A metodologia é colaborativa, por isso, permite que todos os participantes do empreendimento possam trabalhar de forma integrada durante todo o ciclo de vida da construção, desde a pré-obra até o pós.

Ainda segundo Cristiane essa integração de disciplinas, o BIM permite o levantamento de quantidades, estimativa de custos e análises importantes (energética, acústica, estrutural, entre outras), antes da efetiva execução da obra. “Uma das grandes vantagens em se trabalhar em BIM é a compatibilização dos projetos das diferentes disciplinas que envolvem uma edificação. Dessa maneira é possível prever intercorrências que muitas vezes só seriam percebidas no canteiro de obras”, explicou.

“É uma fase de migração que não tem volta. É preciso sair da zona de conforto e investir nessa nova metodologia que só tem a trazer vantagens, tanto para os técnicos envolvidos, mas principalmente ao usuário final”, salientou a assistente.

“Os projetos serão melhor desenvolvidos e as construções terão mais qualidade. O setor sofrerá com menos desperdício e retrabalho. Isso vai fazer com que o uso do recurso público em todo o processo construtivo seja melhor aproveitado”, garante o presidente da associação Luiz Henrique Saliba.

 

Nova diretoria

O prefeito do município de Monte Castelo, Jean Carlo Medeiros de Souza foi eleito, por unanimidade, presidente da Associação dos Municípios do Planalto Norte - Amplanorte. Jean sucede o prefeito de Papanduva, Luiz Henrique Saliba, na presidência da entidade para 2022. Após a eleição ainda foi discutido na reunião temas relevantes como a indicação de nomes para compor diretoria dos consórcios, plano de ação para o próximo ano e assuntos gerais.

Aos prefeitos presentes, Jean Carlo  salientou que 2021 foi um ano de desafios na afirmação dos municípios, o presidente destacou que vê boas perspectivas para o Planalto Norte em 2022, desde que os esforços sejam conjuntos em favor do crescimento e desenvolvimento da região.

Como missão, frente à associação, Jean pretende — com apoio de todos os demais prefeitos — buscar o desenvolvimento do Planalto Norte.

“ Quero agradecer aos meus colegas prefeitos que depositaram sua confiança em meu trabalho, nossa região deve se unir cada vez mais, pois temos um temos um longo caminho a percorrer,  em prol de um crescimento do planalto norte”, agradeceu a nomeação do Futuro presidente da associação

Segue a nomeação completa do conselho:

AMPLANORTE Presidente

Jean Carlo Medeiros de Souza – Prefeito de Monte Castelo

1ª Vice-presidente

Adilson Lisczkowski - Prefeito Major Vieira

2ª Vice-presidente

Gilberto dos Passos – Prefeito de Canoinhas

 

Conselho Fiscal Efetivo

Eliseu Mibach – Prefeito de Porto União

Luiz Henrique Saliba – Prefeito de Papanduva

Luiz Divonsir Shimoguiri – Prefeito de Três Barras

Cesar Dreher – Prefeito de Bela Vista do Toldo

Conselho Fiscal Suplente

Emerson Maas - Prefeito de Mafra

Mozart - Prefeito de Itaiópolis

Lademir Fernando Arcari - Prefeito Irineópolis

 

CODEPLAN Presidente

Lademir Fernando Arcari - Prefeito Irineópolis

1° Vice Presidente:

Eliseu Mibach – Prefeito de Porto União

2° Vice:

Luiz Divonsir Shimoguiri – Prefeito de Três Barras

 

Tesoureiro:

Gilberto dos Passos – Prefeito de Canoinhas

 

CISAMURC Presidente

Luiz Henrique Saliba – Prefeito de Papanduva

 

A Amplanorte seguirá trabalhando para defender e atender os interesses e demandas dos municípios da região. Para saber mais sobre os eventos e ações que acontecem na associação dos municípios do planalto norte, continue acompanhando as mídias da Amplanorte.

Acesse:  www.amplanorte.org.br/.