Defesa Civil trata planos de contingência de retomada às aulas em reunião do colegiado

Publicado em 11/09/2020 às 10:52 - Atualizado em 11/09/2020 às 10:59

A Associação dos Municípios do Planalto Norte de Santa Catarina – Amplanorte realizou na manha desta quinta-feira, 10 de Setembro, reunião envolvendo os membros do colegiado de Defesa Civil - UMDEPLAN, que compõem a entidade.

Esse foi o segundo evento do colegiado realizado pela plataforma online Google Meet e propiciou a discussão de temas relevantes para Defesa Civil no âmbito regional

 

Tecnologia a serviço da população

O coordenador do colegiado, Clodoaldo Santos, contou que realizou um treinamento para estar de acordo com as leis vigentes e adquirir conhecimento técnico na operação de drone, um veículo aéreo não tripulado e controlado remotamente que pode realizar inúmeras tarefas.

O coordenador explicou que a utilização deste equipamento irá auxiliar na vistoria de estruturas para a região do Planalto Norte, onde o uso dessa tecnologia possibilitará a identificação de vulnerabilidades, podendo assim, planejar ações que mitiguem os riscos e criem novas medidas de proteção.

Entre as vantagens do uso de aeronaves remotamente controladas está a agilidade na prevenção, resposta e reconstrução, antes, durante e após a ocorrência dos eventos.

 

Desastres Naturais

O encontro tratou da liberação do FGTS em função do último vendaval, os municípios que decretaram situação de emergência do Planalto Norte foram contemplados pelo governo federal, dessa forma, as famílias atingidas irão poder sacar o FGTS para auxiliar na reconstrução dos danos causados pelo evento climático

Para os membros do colegiado foram poucos municípios que pediram verba para a reconstrução, e que esse plano de emergência precisa ser elaborado juntamente com o setor de Engenharia de cada município.

 

Retomada das aulas

Durante a reunião foi informado a necessidade de realização do plano municipal de contingência de retomada as aulas, que será feito utilizando o modelo produzido pelo estado, mas levando em conta as particularidades de cada município.

Para o retorno serão adotadas inúmeras medidas sanitárias, que visem a o retorno seguro para os estudantes e profissionais da educação como: controle de entrada, aferimento de temperatura, onde a defesa civil será uma parte importante na elaboração, um trabalho conjunto com as secretarias de educação e saúde de cada município.

Serão feitas ainda reuniões virtuais com o colegiado de educação, onde será cedido espaço para a Defesa Civil tratar dos planos de contingência com os profissionais da educação dos municípios da região.

 

Assessoria de Imprensa

AMPLANORTE