Compartilhe
Major Vieira

No Rádio, Conselho Tutelar de Major Vieira vai lançar campanha de conscientização sobre convívio familiar

Publicado em 09/10/2019 às 13:14 - Atualizado em 09/10/2019 às 13:14

No Rádio, Conselho Tutelar de Major Vieira vai lançar campanha de conscientização sobre convívio familiar

 

O Conselho Tutelar de Major Vieira, através da Rede Municipal de Atendimento de Major Vieira vai lançar oficialmente nesta quinta-feira, 10, a campanha de conscientização do vínculo familiar no rádio.

O objetivo é despertar a harmonia no ambiente familiar através do diálogo; de bons hábitos e bons exemplos, fazendo com que as famílias fiquem mais próximas não apenas fisicamente, mas sim, de um modo, que todos compartilhem dos momentos em família de uma forma agradável, feliz e compreensiva, aproximando pais e filhos. Estas são ações, que devem ser colocadas em prática na vida de todos.

Os fonogramas (spot mídia) com 30 segundos de duração, com locução infantil nas vozes de alunos da Rede Municipal e Estadual de Ensino de Major Vieira, falando sobre temas como: diálogo familiar; bons exemplos; violação de direitos; frequência e tarefa escolar; autoridade familiar e limites estão sendo gravados e produzidos, para serem veiculados a partir da próxima quinta.

Imagine uma casa em que os adultos saem cedo para ir trabalhar, as crianças e jovens vão para a escola. Depois de um dia inteiro de muitas atividades para todos, eles se juntam na sala ou durante o jantar. Mas, estar junto ali, fisicamente, não mais implica em diálogo. Cada um pega o seu smartphone e parte para o espaço virtual, seja em conversas pelo Facebook e WhatsApp, nos jogos on-line e tantas outras possibilidades no tablet. Será que só este tipo de situação é legal para o ambiente familiar?

Pensando nisso, o Conselho Tutelar de Major Vieira conversou com a psicóloga Alessandra Vieira, que trabalha na rede de atendimento do município, para lançar uma campanha de conscientização sobre o assunto.

De acordo com a especialista, às vezes o afastamento dos familiares não é responsabilidade apenas da tecnologia, mas também uma consequência do grau de união e intimidade que eles compartilhavam antes dela chegar: “Há uma pré-disposição”. Se o afeto e o cultivo de outros bons sentimentos não forem bem valorizados, possivelmente a tecnologia favorecerá um “distanciamento maior, propiciando um isolamento entre os membros da família. Ou seja, cada um fica circunscrito ao seu espaço virtual”, explica.

“Considerando a falta de se promover, no dia a dia, afeto e diálogo na relação entre pais e filhos, faz com que muitas vezes os pais não saibam como é a vida escolar dos seus filhos”, exemplifica Alessandra.

E se os adultos já sofrem prejuízos mesmo com a maturidade adquirida com o tempo, nem se fala as crianças, que se encontram em constante desenvolvimento integral.

Ter a relação com os pais enfraquecida é um grande risco para a vida da criança ou do jovem. Alessandra vai além. “A falta de diálogo entre as famílias faz com que os pais não supervisionem os deveres de casa das crianças, não saibam o que elas fazem no tempo livre ou que o filho tenha faltado às aulas”, novamente exemplifica.

"Uma família sem diálogo, onde não há comunicação apesar de estarem juntos, é uma situação extrema de solidão no grupo familiar. A pessoa não vive a sua família e se isola, acabando até em quadro depressivo”, finaliza Alessandra.

A partir de quinta-feira, 10, você poderá ouvir os spot's aqui mesmo na galeria de áudio e também na programação da Rádio Planalto FM de Major Vieira.

 


Rua Prof. Maria do Espírito Santo, 400, Centro, Mafra - SC
CEP: 89300-000